O Incrível Milagre da Tamareira da Judéia

Extinct-Tree-ancientDurante séculos, a Tamareira da Judéia foi uma das principais fontes da economia do sul de Israel.

Nos diversos escritos antigos, a Tamareira da Judéia era vista como um sinal de prosperidade. Além do seu uso para a alimentação, era também conhecida por ser a base de afrodisíacos, contraceptivos, bem como para medicamentos contra inúmeras doenças.

Quando o Império Romano destruiu Israel, numa tentativa de levar ao colapso a economia da região, destruiu todas as plantações e erradicou a planta, que viria a se tornar extinta.

Masada_IsraelTodavia, em 1963, o arqueólogo Yigael Yadin encontrou, nas escavações de Massada, uma fortaleza no deserto construída pelo rei Herodes, e situada em local totalmente árido, e de temperaturas extremas, e absolutamente inóspito para vida. Posteriormente, Massada viria a se tornar o último local de resistência dos zelotes contra a ocupação romana.

Embaixo dos escombros, Yadin encontrou um pequeno punhado de sementes armazenadas num vaso de jarro, de cerca de 2 mil anos. As sementes foram guardadas por quatro décadas numa gaveta, na universidade de Bar-Ilan, em Tel Aviv.

Até que, em 2005, uma pesquisadora botânica, Elaine Solowey, decidiu plantar uma dessas sementes, para ver o que acontecia. Solowey não tinha nenhuma esperança de que uma semente que certamente estaria totalmente morta pudesse brotar.

“Estava certa de que o alimento na semente não estaria bom, depois de todo esse tempo. Como poderia estar?” Afirmava Solowey.

No entanto, um milagre estava prestes a acontecer.

Contrariando toda lógica e toda expectativa, a semente brotou, devolvendo milagrosamente ao solo de Israel uma planta que estava extinta há quase 2 mil anos!

A planta foi chamada de Metushelah (Matusalém), em alusão ao homem mais idoso da Bíblia.

Ainda assim, a planta era muito frágil e pobre em nutrientes, e logo foi desenganada pelos cientistas, assim que suas primeiras folhas deram praga. Os pesquisadores atribuíam isso à falta de nutrientes. Mas, parece que o Eterno tinha outros planos.

Pois foi então quando ocorreu o segundo milagre: A medida que a planta crescia, suas folhas Methuselah-date-plantficavam mais fortes, e, em 2011, apareceram as primeiras flores. Ainda assim, os cientistas estavam temerários sobre sua capacidade de se reproduzir.

Neste ano de 2015, o terceiro milagre: Foram produzidas as primeiras sementes!

Solowey e sua equipe já planejam plantar as demais sementes encontradas. E já se pode dizer oficialmente que a Tamareira da Judéia, depois de extinta por quase 2 mil anos, voltou à vida!

Uma sucessão de pequenos e extraordinários milagres ocorridos na terra de Israel que desafiam a ciência e a lógica, mas corroboram para mostrar que a vida retorna ao local mais sagrado do planeta.

“Plantarei no deserto o cedro, a acácia, e a murta, e a oliveira; porei no ermo juntamente a faia, o pinheiro e o álamo. Para que todos vejam, e saibam, e considerem, e juntamente entendam que a mão de ADONAY fez isto, e o Santo de Israel o criou.” (Yeshayahu/Isaías 41:19,20)

Fonte: http://www.ancient-origins.net/news-history-archaeology/extinct-tree-resurrected-ancient-seeds-now-dad-002838

Comments

comments